A Fundação
Os Arquitectos
A Documentação
Património Edificado
Investigação
Edições
Conferências
Colóquios
Exposições
Cursos
Visitas Guiadas
Viagens Culturais
Outras iniciativas
Gravações vídeo
Newsletter
Contactos
Loja
Destaques
Carrinho de Compras
Arquivo digital
Catálogo bibliográfico
facebook
facebook

Sistema de Informação Alfredo Leal Machado


Alfredo Duarte Leal Machado, Um Circo de Patinagem, Trabalho académico, EBAP, Dezembro de 1926

 

 
Alfredo Duarte Leal Machado nasceu em Modelos, Paços de Ferreira, a 7 de Dezembro de 1904. Em 1921 ingressou no curso preparatório da EBAP. Seguiu para o Curso de Arquitetura, tendo sido discípulo de José Marques da Silva. Veio a terminar o Curso em 1932.

A sua obra, ainda parcamente estudada e reflexo de um percurso precocemente interrompido em 1954 - no acidente que lhe seria fatal em Ciudad de Rodrigo, Salamanca, durante uma viagem que tinha por destino Paris - encontra-se ligada ao Porto e Norte de Portugal, mas sobretudo a Coimbra, onde terá sido vereador da Câmara Municipal, entre 1942 e 1945. Para este concelho desenvolveu um projeto para a Escola de Regentes Agrícolas e um conjunto de parques infantis: Casa da Criança Raínha D. Leonor (Castanheira de Pêra, 1939), o segundo projectista para a Casa da Criança D. Filipa de Vilhena (St. António dos Olivais, 1940), a Casa da Criança D. Joaquina Barreto Rosa (Arganil, 1944). Ainda durante o ano de 1940, apresenta, juntamente com Artur Pimentel, um projeto para construção do edifício da Central Térmica do Hospital Universitário de Coimbra.

Ainda em 1939 é-lhe entregue o projeto para o edifício dos Paços do Concelho de Espinho.

Na exposição de homenagem a Marques da Silva, realizada em 1953, expõe 4 obras: Sanatório D. Manuel II, em Vila Nova de Gaia, o Edifício das obras Públicas e a Fábrica Triunfo, em Coimbra, e, no Porto, os interiores do ainda hoje conhecido Restaurante Abadia. Enquanto arquiteto da Delegação Norte da Direcção Geral de Edifícios e Monumentos Nacionais (DENN), será, em 1951, e em colaboração com Manuel Lima Fernandes de Sá, o autor do Projecto do Pavilhão de Arquitectura da EBAP, que será inaugurado em 1954.

Por iniciativa do Coronel Engenheiro Carlos Alexandre Correia Leal Machado, segundo dos 5 filhos* nascidos do matrimónio com Isilda da Conceição Fortunato Correia, em 1938, foi doado à Fundação Marques da Silva um conjunto de fotografias que o retratam em diferentes épocas da sua vida, bem como cedidos os direitos de divulgação de dois trabalhos académicos e dos projetos de arquitetura para os Paços do Concelho de Porto de Mós e para a Escola de Regentes Agrícolas (já disponibilizados na plataforma AtoM onde se encontra alojado o Arquivo Digital da Fundação Marques da Silva).

Consultar Arquivo Digital FIMS

 

 * Engº Fernando Álvaro, Arqtº Alfredo Augusto, Drª Maria Isilda e Engº António Manuel (Leal Machado)

© fundação instituto arquitecto josé marques da silva / uporto / design: studio andrew howard / programação: webprodz